Tag: Pontos turisticos

16 de agosto 0

20 pontos turísticos do Rio Grande do Sul que você precisa conhecer

O pôr do sol do Guaíba, um dos mais famosos de todo o país, pode ser contemplado durante um chimarrão na Usina do Gasômetro, um passeio pelo Cais do Porto, uma caminhada pelo calçadão de Ipanema ou até mesmo flutuando no próprio lago com o famoso Cisne Branco – que realiza passeios pelas principais ilhas e happy hours a bordo.

 

Entre os pontos turísticos mais visitados da capital dos gaúchos, ainda estão:
Casa de Cultura Mário Quintana – É um dos centros culturais mais importantes do Brasil e está sediado no prédio do antigo Hotel Majestic, local onde o poeta gaúcho Mario Quintana morou entre os anos de 1968 e 1980. Por sua estrutura arquitetônica (construída em estilo barroco no início do século) e agenda de atividades, recebe, mensalmente, a visita de mais de 40 mil pessoas.

Catedral Metropolitana – Considerada um dos símbolos de Porto Alegre e motivo de orgulho da comunidade católica no estado, sua história está ligada a fundação e desenvolvimento da cidade, uma vez que fora criada para prestar assistência religiosa aos imigrantes açorianos. Arquitetada pelo professor italiano de Belas Artes, João Batista Giovenale, o templo caracteriza-se pelas linhas que revelam traços da Arte Renascentista.
Theatro São Pedro – O teatro foi fundado em 27 de junho de 1858. Ao passar dos anos, o local foi palco de peças e manifestações artísticas, sociais e políticas.
Monumento Laçador- Localizado em frente ao antigo aeroporto Salgado Filho, o símbolo da capital dos gaúchos agora dispõe de uma área maior para os visitantes. O Laçador, de 1954, é um dos primeiros monumentos de Porto Alegre em homenagem à figura do gaúcho. Para escolher a peça houve um concurso estadual vencido pelo escultor pelotense Antônio Caringi.

O Parque da Santa Cruz, na cidade de Santa Cruz é um ponto turístico muito procurado e elogiado pelos visitantes, além de ser um local propício para a prática de rappel. O parque possui uma área verde e 12 hectares, onde erguem-se imponentes paredões compostos por três tipos de rocha com 60 milhões de anos: Basalto, Arenito e Buxito. Num dos paredões de arenito está esculpida uma figura de Cristo com 4 metros de altura. Na parte baixa, um anfiteatro com capacidade para 800 pessoas sentadas recebe atos místicos, artísticos e religiosos.
Na parte alta, sobre os paredões, encontra-se um cruzeiro de 20 metros de altura iluminado com neon, que pode ser visto de qualquer ponto da cidade e municípios vizinhos. Do alto do parque, é possível ter uma visão panorâmica da cidade de Santa Cruz do Sul, com o cinturão verde e o lago dourado ao fundo.
Um dos pontos mais bonitos e visitados da Serra gaúcha com certeza é a Cascata do Caracol, na cidade turística de Canela, com 131m de queda. Quem deseja descer até a base da cascata pode se aventurar pelos 934 degraus e contemplar a vista mais de perto.

Distante apenas 5Km de Canela, Gramado é considerada a cidade que mais atrai turistas para a serra. Por isso os pontos turísticos são diversos, mas elencamos, abaixo, os mais tradicionais:
Vale do Quilombo – É uma das mais belas vistas de Gramado. Com 850m de altitude o vale possui um mirante na Avenida das Hortênsias.

Igreja São Pedro – Inaugurada em 1942, a igreja de 46m de altura é toda de pedra basáltica e exibe arte nos vitrais com imagens sacras. É uma das maiores demonstrações de religiosidade da comunidade.

Palácio dos Festivais – Sede do Festival de Cinema de Gramado, no período do evento recebe artistas consagrados de diversos lugares do mundo que concorrem ao “Kikito”.

Lago Negro – Com árvores importadas da Floresta Negra da Alemanha, daí seu nome, suas águas são profundas e de um verde escuro carregado. Por toda sua margem existe um passeio florido, podendo-se andar a pé ou de bicicleta. Porém, a maior atração do lago são os pedalinhos.

Ainda na Serra, Nova Petrópolis costuma atrair muitos turistas durante a Festimalha – a maior feira de malhas do sul do Brasil. Quem visita a cidade não pode deixar de visitar dois lugares, o primeiro deles é o famoso Labirinto Verde e o segundo é o Ninho das Águias, que tem uma visão de 270º da região e do Vale do Caí e é um ponto ideal para a prática do voo livre.

Caxias do Sul é mais uma cidade da serra bastante procurada pelos turistas, principalmente na época da tradicional Festa da Uva. Quem vai à cidade não pode deixar de conhecer a Paróquia São Pelegrino, Considerada um dos maiores patrimônios artísticos da região. Construída em 1893, na arquitetura destacam-se o relógio da torre, a Estátua de bronze do Padre Giordani e o Memorial da Pedra Fundamental.

A Réplica de Caxias do Sul é mais um ponto turístico e histórico muito legal de se visitar. O local conta com conjunto arquitetônico com 20 casas de madeira em homenagem ao centenário da colonização italiana. Reproduz a Catedral Diocesana e o coreto, além das principais avenidas e ruas de Caxias do Sul, conforme as características da época. Mediante reserva de grupos (15 ou 30 pessoas), o espetáculo som e luz convida o visitante a conhecer características, narrativas e músicas do início da colonização italiana na cidade.

Em Bento Gonçalves, a Capital Nacional do Vinho, o principal ponto turístico com certeza é o Vale dos Vinhedos, que é composto por montanhas cobertas de parreiras. O lugar abriga pequenas propriedades rurais que dividem espaço com vinícolas renomadas. Os vinhos produzidos no vale são os únicos do país a possuir o Selo de Indicação de Procedência, garantindo a origem dos vinhos finos.

Quem quiser visitar o litoral gaúcho, vai adorar conhecer o Parque da Guarita, em Torres. A cidade é considerada a mais bela praia do Estado, e o parque é um ponto turístico que não pode ficar para trás. A paisagem do lugar é composta por morros, lagos e faixa de praia preservados, com destaque para a Praia da Guarita. É possível praticar atividades esportivas, passeios e caminhadas em suas trilhas e escadarias, além disso passeios monitorados ocorrem de quarta a domingo.

 

Fonte:hagah.com.br

Deixe seu Depoimento
03 de abril 0

DICAS DE NOVA YORK 2

Continuando as dicas de Nova York, dessa vez separamos seis lugares que não se pode deixar de conhecer.

Brooklyn Bridge: é um dos símbolos mais famosos de Nova York. Um dos passeios favoritos dos turistas e dos nova yorkinos: atravessar a ponte a pé de Manhattan até o Brooklyn

Grand Central Terminal: é muito mais do que uma simples estação de trem. Alem de restaurantes, lojas e até uma feira livre, o terminal é um ponto turístico obrigatório pra quem esta (literalmente) de passagem pela cidade.

Top of the Rock: O observatório mais bacana da cidade fica em cima do Rockefeller Center. É o único lugar na cidade que oferece visão 360º das maravilhas da Big Apple. Vale muito a pena conferir!

Central Park: O maior parque artificial já construído nos Estados Unidos, o Central Park é motivo de orgulho para o povo de Nova York. E com razão. O parque é lindo de morrer.

Chelsea Market: O lugar que abriga hoje um dos mercados gourmet mais bacanas da cidade foi também a antiga fábrica da Nabisco, onde o famoso biscoito Oreo foi inventado. O Chelsea Market é uma mistura de praça de alimentação high end com um mercado gourmet.

Bairro Soho: Apesar de não ser mais um reduto de artistas como foi nos anos 70, as ruas ainda têm muito charme e abrigam uma vasta lista de lojas e restaurantes bacanas. A arquitetura do bairro também é única e só se encontra por lá.

Deixe seu Depoimento