Tag: Pontos turisticos

22 de setembro 0

Conheça o New York Pass

O New York Pass é um “cartão inteligente”, parecido com um cartão de crédito com chip, que permite entrar em mais de 80 atrações turísticas de Nova York sem usar dinheiro. É mais ou menos como aqueles restaurantes “self service” nos quais você come o quanto quiser: depois de comprar o New York Pass você não precisa pagar por nenhuma das atrações cobertas pelo passe. Quando mais atrações você visitar, maior sua economia.

Quando estiver em Nova York, simplesmente mostre seu cartão ao funcionário de uma atração de Nova York. O funcionário passará o cartão por uma máquina especial e você poderá entrar. Clique aqui para acessar a lista completa de atrações da cidade de Nova York que você pode visitar gratuitamente com o NY Pass.

 

COMO ATIVAR O NEW YORK PASS:
O cartão inteligente registra quando e onde você começa a usar seu Passe, bem como sua validade. Isso significa que o Passe é ativado no momento do primeiro uso em uma atração ou serviço.

A partir daí, seu New York Pass é válido pelo número de dias que você comprou: 1, 2, 3, 5, 7 ou 10 dias. É importante frisar que um “dia” corresponde a um dia do calendário, não a um período de 24 horas.

 

VALIDADE DO NEW YORK PASS:
O New York Pass é válido para uso somente em dias consecutivos. Você só pode visitar cada atração uma vez com o New York Pass. Ao fim do período de validade, o passe vence e não permite mais o acesso às atrações. Se, por exemplo, você usou um passe de três dias pela primeira vez na segunda-feira, ele deixará de funcionar no fim da quarta-feira, não importa quantas vezes foi usado no período.

 

RESERVAR PASSEIOS ANTECIPADAMENTE:
Os passeios mais procurados geralmente estão esgotados, mas, se você comprou o New York Pass on-line, garante seu lugar com o número de confirmação on-line. Você pode reservar antecipadamente 17 passeios com o New York Pass.

 

 

 

Fonte: newyorkpass.com

Deixe seu Depoimento
16 de agosto 0

20 pontos turísticos do Rio Grande do Sul que você precisa conhecer

O pôr do sol do Guaíba, um dos mais famosos de todo o país, pode ser contemplado durante um chimarrão na Usina do Gasômetro, um passeio pelo Cais do Porto, uma caminhada pelo calçadão de Ipanema ou até mesmo flutuando no próprio lago com o famoso Cisne Branco – que realiza passeios pelas principais ilhas e happy hours a bordo.

 

Entre os pontos turísticos mais visitados da capital dos gaúchos, ainda estão:
Casa de Cultura Mário Quintana – É um dos centros culturais mais importantes do Brasil e está sediado no prédio do antigo Hotel Majestic, local onde o poeta gaúcho Mario Quintana morou entre os anos de 1968 e 1980. Por sua estrutura arquitetônica (construída em estilo barroco no início do século) e agenda de atividades, recebe, mensalmente, a visita de mais de 40 mil pessoas.

Catedral Metropolitana – Considerada um dos símbolos de Porto Alegre e motivo de orgulho da comunidade católica no estado, sua história está ligada a fundação e desenvolvimento da cidade, uma vez que fora criada para prestar assistência religiosa aos imigrantes açorianos. Arquitetada pelo professor italiano de Belas Artes, João Batista Giovenale, o templo caracteriza-se pelas linhas que revelam traços da Arte Renascentista.
Theatro São Pedro – O teatro foi fundado em 27 de junho de 1858. Ao passar dos anos, o local foi palco de peças e manifestações artísticas, sociais e políticas.
Monumento Laçador- Localizado em frente ao antigo aeroporto Salgado Filho, o símbolo da capital dos gaúchos agora dispõe de uma área maior para os visitantes. O Laçador, de 1954, é um dos primeiros monumentos de Porto Alegre em homenagem à figura do gaúcho. Para escolher a peça houve um concurso estadual vencido pelo escultor pelotense Antônio Caringi.

O Parque da Santa Cruz, na cidade de Santa Cruz é um ponto turístico muito procurado e elogiado pelos visitantes, além de ser um local propício para a prática de rappel. O parque possui uma área verde e 12 hectares, onde erguem-se imponentes paredões compostos por três tipos de rocha com 60 milhões de anos: Basalto, Arenito e Buxito. Num dos paredões de arenito está esculpida uma figura de Cristo com 4 metros de altura. Na parte baixa, um anfiteatro com capacidade para 800 pessoas sentadas recebe atos místicos, artísticos e religiosos.
Na parte alta, sobre os paredões, encontra-se um cruzeiro de 20 metros de altura iluminado com neon, que pode ser visto de qualquer ponto da cidade e municípios vizinhos. Do alto do parque, é possível ter uma visão panorâmica da cidade de Santa Cruz do Sul, com o cinturão verde e o lago dourado ao fundo.
Um dos pontos mais bonitos e visitados da Serra gaúcha com certeza é a Cascata do Caracol, na cidade turística de Canela, com 131m de queda. Quem deseja descer até a base da cascata pode se aventurar pelos 934 degraus e contemplar a vista mais de perto.

Distante apenas 5Km de Canela, Gramado é considerada a cidade que mais atrai turistas para a serra. Por isso os pontos turísticos são diversos, mas elencamos, abaixo, os mais tradicionais:
Vale do Quilombo – É uma das mais belas vistas de Gramado. Com 850m de altitude o vale possui um mirante na Avenida das Hortênsias.

Igreja São Pedro – Inaugurada em 1942, a igreja de 46m de altura é toda de pedra basáltica e exibe arte nos vitrais com imagens sacras. É uma das maiores demonstrações de religiosidade da comunidade.

Palácio dos Festivais – Sede do Festival de Cinema de Gramado, no período do evento recebe artistas consagrados de diversos lugares do mundo que concorrem ao “Kikito”.

Lago Negro – Com árvores importadas da Floresta Negra da Alemanha, daí seu nome, suas águas são profundas e de um verde escuro carregado. Por toda sua margem existe um passeio florido, podendo-se andar a pé ou de bicicleta. Porém, a maior atração do lago são os pedalinhos.

Ainda na Serra, Nova Petrópolis costuma atrair muitos turistas durante a Festimalha – a maior feira de malhas do sul do Brasil. Quem visita a cidade não pode deixar de visitar dois lugares, o primeiro deles é o famoso Labirinto Verde e o segundo é o Ninho das Águias, que tem uma visão de 270º da região e do Vale do Caí e é um ponto ideal para a prática do voo livre.

Caxias do Sul é mais uma cidade da serra bastante procurada pelos turistas, principalmente na época da tradicional Festa da Uva. Quem vai à cidade não pode deixar de conhecer a Paróquia São Pelegrino, Considerada um dos maiores patrimônios artísticos da região. Construída em 1893, na arquitetura destacam-se o relógio da torre, a Estátua de bronze do Padre Giordani e o Memorial da Pedra Fundamental.

A Réplica de Caxias do Sul é mais um ponto turístico e histórico muito legal de se visitar. O local conta com conjunto arquitetônico com 20 casas de madeira em homenagem ao centenário da colonização italiana. Reproduz a Catedral Diocesana e o coreto, além das principais avenidas e ruas de Caxias do Sul, conforme as características da época. Mediante reserva de grupos (15 ou 30 pessoas), o espetáculo som e luz convida o visitante a conhecer características, narrativas e músicas do início da colonização italiana na cidade.

Em Bento Gonçalves, a Capital Nacional do Vinho, o principal ponto turístico com certeza é o Vale dos Vinhedos, que é composto por montanhas cobertas de parreiras. O lugar abriga pequenas propriedades rurais que dividem espaço com vinícolas renomadas. Os vinhos produzidos no vale são os únicos do país a possuir o Selo de Indicação de Procedência, garantindo a origem dos vinhos finos.

Quem quiser visitar o litoral gaúcho, vai adorar conhecer o Parque da Guarita, em Torres. A cidade é considerada a mais bela praia do Estado, e o parque é um ponto turístico que não pode ficar para trás. A paisagem do lugar é composta por morros, lagos e faixa de praia preservados, com destaque para a Praia da Guarita. É possível praticar atividades esportivas, passeios e caminhadas em suas trilhas e escadarias, além disso passeios monitorados ocorrem de quarta a domingo.

 

Fonte:hagah.com.br

Deixe seu Depoimento
Página 1 de 212