10 de outubro 0

Praia de Paquetá: refúgio de beleza natural na Região Metropolitana

Beleza natural, ar puro e tranquilidade. Desconhecida por muitos gaúchos, a Praia de Paquetá é um parque natural escondido na Região Metropolitana de Porto Alegre. Localizada no município de Canoas, a área conhecida pelos nativos como ‘prainha’ fica a apenas 9 quilômetros da capital e a poucos minutos de barco, vindo pelo Rio Guaíba ou pelo Rio dos Sinos, afluentes que desembocam na cidade.

Ponto de veraneio dos primeiros moradores que chegaram ao município canoense, em 1874, a Praia de Paquetá é parte da Orla do Rio dos Sinos, divisor de águas entre Canoas e Nova Santa Rita, e é onde desemboca o Rio dos Sinos e Jacuí. A praia começou a ser estimulada como área de lazer a partir de 1885, quando o major Vicente Ferrer da Silva Freire vendeu os primeiros lotes de chácaras adquiridos por porto-alegrenses que a transformaram em aprazível lugar de veraneio.

O local, antigamente chamado de Quilombo por servir de refúgio para escravos, começou a mudar a partir de 1890 com o aumento da população na cidade. Em 1950 passou a ter as águas poluídas, situação agravada com a poluição do Rio dos Sinos, que deixou a Praia de Paquetá sem balneabilidade até hoje. O que não impede os frequentadores que preservam o hábito de veranear na prainha de entrarem na água. “A gente informa com placas, mas algumas são retiradas e as pessoas entram mesmo assim”, diz o secretário de Meio Ambiente de Canoas, Marco Aurélio Correa.

O volume de pessoas aos finais de semana chega a ser de 2 mil pessoas.

A prefeitura e o governo do Rio Grande do Sul fazem periodicalmente a limpeza do local, mas não há um projeto de recuperação das águas em andamento. “Vamos recuperar a mata ciliar que é fundamental para manutenção do rio para evitar o assoreamento e a diminuição do volume da água. O local é belíssimo para curtir a natureza, tem orla, tem área de lazer, mas é onde termina o Rio dos Sinos, que é um rio que ainda precisa ser recuperado. Enquanto isso não acontece, a prefeitura não pode incentivar banhistas”, alerta o secretário.

Apesar de historicamente a população reconhecer e utilizar o local como praia, as águas da Praia de Paquetá formam um canal, integrante do Parque Delta do Jacuí. As características do local geram grande profundidade junto à margem, o que é arriscado para crianças, diz o secretário municipal do meio ambiente. “O parque de preservação integral, que não pode ter intervenção humana, é formado por 30 ilhas e porções continentais com matas, banhados e campos inundados”, diz.

 

Fonte: sul21.com.br

Deixe seu Depoimento
08 de outubro 0

7 razões pelas quais viajar faz bem à saúde

Sabia que viajar faz bem à saúde? Listamos 7 razões para você começar já a planejar a próxima viagem. Nas suas próximas férias, saia da rotina e vá conhecer um lugar novo!

Abrimos a cabeça:
Aprendemos a enxergar novas possibilidades. Conhecendo culturas diferentes da nossa, vemos que nossa visão das coisas não é a única.

Descobrimos novos gostos:
Nosso paladar é enriquecido com temperos e sabores que não estamos acostumados. Você pode voltar da trip gostando de uma coisa saudável que você nem sonhava em gostar.

Ficamos mais flexíveis:
Principalmente em relação à problemas que eventualmente vão surgir na vida. Por mais planejada que uma viagem seja, volta-e-meia temos que resolver imprevistos.

Fazemos exercício:
Mesmo que a gente fuja da academia do hotel, a vontade de conhecer lugares novos pode dar aquela energia a mais para fazer caminhadas mais longas e subir alguns degraus.

Aprendemos a compartilhar:
E não estou falando de compartilhar fotos suas no Facebook! A não ser que você seja um velho monge, viajar faz com que você obrigatoriamente tenha que interagir pra tirar dúvidas e dividir espaços com outras pessoas em restaurantes, transporte público, hotéis, albergues, etc.

Melhoramos nosso humor:
Na maioria das vezes, coisas inesperadas acontecem em viagem. Essas coisas podem virar histórias engraçadas que você vai contar pros amigos quando voltar. Por maior que seja o stress, lembre-se que ele vai render uma boa conversa de bar dali a alguns dias.

Ficamos mais pacientes:
Nada como tentar se comunicar num idioma que não dominamos. A dificuldade faz com que a gente demore um pouco mais pra conseguir as coisas. Ao mesmo tempo, faz a gente ter mais paciência quando pudermos ajudar alguém que tiver passando pelo mesmo problema.

 

 

Fonte: saudenarotina.com.br

Deixe seu Depoimento
Página 20 de 145« Primeira...10...1819202122...304050...Última »