Destaques

12 de janeiro 0

O carnaval nas cidades mais festeiras do Brasil

É inevitável falar em Brasil sem lembrar do carnaval. Seja pelo som do samba, frevo ou axé, milhares de pessoas visitam o país para curtir uma das maiores festas do mundo. Pensando nisso, reunimos neste post cheio de ziriguidum os melhores destinos para você aproveitar ao máximo esse feriado de calor, praia e muita folia.

Rio de Janeiro

É no ‘errejota’ que se brinca o carnaval mais famoso do mundo. O desfile das escolas de samba na Sapucaí traz ao público toda a criatividade e brilho de um dos movimentos culturais mais marcantes do Brasil. Os carros alegóricos, o ritmo das baterias, as musas da Sapucaí e toda a energia da festa são contagiantes. Além disso, o Rio tem os famosos carnavais de rua. Muita folia em meio a celebridades, fantasias criativas e animação.

Para os mais tradicionais, a capital carioca oferece os tradicionais bailes de carnaval, que ocorrem em clubes e hotéis da cidade. Nestes bailes você encontra uma grande variedade de preços e estilos.

Independente da sua escolha, no carnaval carioca você está repleto de opções para dançar e se divertir.

carnaval-olinda

Carnaval na Sapucaí. Foto: Raphael David/Agência Brasil

Salvador

O carnaval de Salvador, embora diferente do Rio de Janeiro, não deixa nada a desejar. Na capital baiana, os foliões seguem o trio elétrico ao som do axé e muita animação. Para quem busca mais conforto, existem os blocos privados e os camarotes, que garantem a mesma diversão.

Salvador, também conta com os carnavais de bairro, que crescem a cada ano. Ao invés do trio elétrico, há um palco fixo onde ocorrem apresentações de artistas brasileiros. E, caso sua praia não seja o Axé, o carnaval de Salvador possui palcos com música alternativa. Um jeito bem democrático para agradar a todos os gostos.

São Paulo

Em São Paulo os desfiles das escolas de samba são a principal atração. Lá você pode curtir escolas como a Acadêmicos do Tatuapé, Dragões da Real e Vai-Vai, que foram, respectivamente, os vencedores do carnaval de 2017.

Com capacidade para 33 mil pessoas, o sambódromo paulista possui uma pista de 530 m de comprimento por 14 m de largura e 12 telões de LED. Tudo para você não perder nenhum detalhe da festa. Além disso, há toda uma infraestrutura para proporcionar muito conforto e segurança, num momento mágico e muito animado.

Olinda

carnaval-olinda

Carnaval de Olinda. Foto: Prefeitura de Olinda

O carnaval de Olinda pode ser descrito em cores, frevo, alegria e muita festa. Seus bonecos gigantes são características únicas desse carnaval criativo. Para quem quer conhecer os principais artistas de Recife, um palco é montado no marco zero da cidade. Além disso, outra grande atração dessa festa é o Galo da Madrugada, o maior bloco carnavalesco do Mundo.

Outros Carnavais

Engana-se quem pensa que o carnaval é uma festa brasileira. Nós apenas fazemos o melhor deles, mas existe carnaval em várias partes do mundo. O Mardi Grass, carnaval norte-americano, começou antes do brasileiro, em 1857. Cores brilhantes, trajes, música, piqueniques, flutuadores e emoção também fazem parte desta festa. Os frequentadores da parada aproveitam a diversão com muita comida durante o desfile. Assim como no Brasil, lá também é feriado.

Na Alemanha, Karneval tem seu primeiro dia dedicado as mulheres. Elas recebem a chave da prefeitura da cidade e saem pela rua cortando a gravata dos homens. A festa começa pontualmente às 11h11 na maior parte das cidades ao longo do rio Reno. Entre a quinta-feira das mulheres e a quarta-feira de cinzas as ruas enchem-se de fantasias coloridas e brilho, com doces e flores jogados para a multidão por quem está nos carros alegóricos.

 

 

Deixe seu Depoimento
15 de dezembro 0

7 destinos incríveis para amantes da arquitetura

Toda a história da civilização está ligada diretamente a nossa habilidade de construir. A Arquitetura é um dos pilares da capacidade humana de criação e organização nossa organização. Com ela,  traduzimos o belo de forma concreta. E se você nunca parou pra pensar nisso, não fossem os arquitetos, muitos dos lugares incríveis que adoramos conhecer em nossas viagens talvez nem existissem.

Nessa sexta-feira, dia 15/12, celebramos o Dia do Arquiteto e Urbanista. E para homenagear esse profissional tão importante, preparamos uma lista de lugares e monumentos incríveis para você conhecer na sua próxima Trip.

COLISEU – ROMA

O Coliseu, em Roma, é o maior anfiteatro do mundo e, ainda hoje, um referencial em arquitetura. Construído no século I (em torno de 70 anos D.C), seus 3 andares atingem a incrível altura de 45 metros.

Para sua construção, foram utilizadas pedras, areia, concreto, mármore e ladrilho. Sua estrutura imponente mede 87,5m x 55m e possuía em torno de 80 escadas. Tudo isso para receber entre 50 a 80 mil pessoas. Com assentos feitos de mármore e arquibancada dividia em setores, de acordo com a classe social, o Coliseu era organizado da seguinte forma: o pódio, para classes altas, as mesaninas, para classe média e pórticos (de madeira) para a plebe e mulheres.

Curiosidades:

– O lugar onde o Coliseu foi construído pertencia a um lago, que foi drenado para a execução da obra. Na sua estrutura foi projetada uma base de pedras, para sustentar todo a construção.

– As recriações de batalhas demandavam altíssima produção, chegando, em muitos casos, a exigir a inundação do anfiteatro para simular batalhas navais.

Coliseu – Foto: Pixabay

CHICHÉM ITZA

Chinchén Itza, localizada em Yucatán, no México, foi uma grande construída pelo povo maia (VI- IV a.C). Dividida em setores e concebida no estilo Puuc, seus enormes mosaicos são vistos na fachada de todos os prédios.

Sua arquitetura impressiona pela riqueza de detalhes. As construções de alvenaria eram projetadas com grandes blocos sobrepostos e com estruturas esculpidas por hieróglifos. No Centro da cidade há o templo KuKulcán, que possui 30 metros de altura, sendo 26 metros de plataformas quadradas empilhadas. Cada lado da pirâmide possui uma escadaria com 91 degraus que leva até seu topo. Na entrada do templo há um único degrau, contabilizando o total de 365 degraus, que representam o calendário.

Na lateral das escadarias é possível encontrar triângulos que, dependendo da estação do ano, refletem a luz solar e clareiam o desenho de uma serpente. Muitos acreditam que esse fenômeno representa a troca de estações

Chichém Itza – Foto: Pixabay

MACHU PICCHU

Machu Picchu, localiza-se no Peru, a 2400 metros de altura. Construída pelos incas no século XV, a cidade impressiona, principalmente, por estar preservada até hoje.

Machu Picchu se divide em dois setores: o agrícola e o urbano. O primeiro foi construído em forma de escadaria, onde as plantas eram semeadas em terraços construídos com o encaixe de pedras. Isso impedia que água ficasse parada. Para dividir as áreas, um muro de 400m de comprimento foi construído. Rente a ele, um fosso que servia como dreno para a água da chuva. O segundo é composto por diferentes edificações, como a residência do rei, o templo do Sol, estábulos, oficinas, cozinhas, habitações, a zona sagrada e outros. Tudo feito com enormes pedras em uma época e civilização maquinário.

A região de Machu Picchu sofre com as constantes movimentações das placas tectônicas, porém a preservação da cidade reflete o encaixe perfeito das pedras de um projeto arquitetônico perfeito. Além disso, existem 129 canais que foram criados para evitar a erosão do solo e o desmoronamento da cidade.

Machu Picchu – Foto: Pixabay

Cristo Redentor

Localizado no topo do Corcovado, a 709 metros de altura, e com uma linda vista para o Rio de Janeiro, o Cristo Redentor foi construído em concreto armado e pedra-sabão. Com 38m de altura e seus braços com 28 metros de largura totalizam uma estátua que pesa 1145 toneladas. É a terceira maior escultura de Cristo no mundo.

Sua construção durou nove anos (entre 1922 e 1931) e custou o equivalente a 250 mil dólares. O monumento é o maior símbolo do Rio de Janeiro e também um símbolo do cristianismo brasileiro.

Cristo Redentor -Foto: Pixabay

Muralha da China

A Muralha da China foi construída por volta de 220 a.C., durante o governo do primeiro Imperador Chinês Qin Shihuang, da dinastia Qin, com o intuito de proteger os chineses das invasões de outros grupos.

Uma das maiores construções humanas, a Muralha da China consiste em um extenso muro de pedra, tijolo, terra compactada e madeira. São 40 mil torres de vigia, quartéis de tropas, sistema de sinalização por meio de fumaça ou fogo e o total de 21196 km de extensão por sete metros de altura.

– Curiosadade:

Durante anos acreditava-se que Muralha da China era a única construção humana vista a olho nu fora da órbita terrestre. Esse fato foi desmentido, curiosamente, por um astronauta Chinês. Em 2003, Yang Liwei deu 14 voltas ao redor do planeta e, depois de muita procura, confirmou que sem instrumentos específicos, é impossível visualizar a edificação.

Muralha da China – Foto: Pixabay

Petra

Petra é a tradução grega para a palavra “rocha”, o que faz pleno sentido. A sexta maravilha do mundo está localizada no sul da Jordânia e é uma cidade de grande importância arqueológica. Sua arquitetura é impressionante. Esculpida em rochas de arenito e com um sofisticado sistema de canalização de água, pode-se encontrar inúmeros indícios civilização, como um teatro romano, túmulos reais, casas de vários períodos, entre outros.

Petra – Foto: Pixabay

Taj Mahal

Patrimônio da Humanidade e sétima maravilha do mundo moderno, o Taj Mahal é local de uma arquitetura invejável, tendo exigido cerca de 20 mil homens ao longo dos 21 anos de sua construção, entre os anos 1632 a 1653. Suas paredes de marfim, apresentam minuciosos detalhes decorativos, e sua fachada alguns versos do Alcorão (livro sagrado Islâmico). Acima de cada torre cilíndrica, uma cúpula para arrematar.

Para sua construção, a área foi levantada em cerca de 15 metros, para evitar infiltrações causadas pelo rio. Já para o transporte do mármore, foram construídas rampas de quase 15km e comprimento, onde os blocos eram puxados por carroças com de 20 a 30 bois.

– Curiosidade:

O palácio é uma homenagem a esposa preferida do imperador Shah Jahan, que faleceu após dar à luz ao décimo quarto filho do monarca. O monumento, inclusive, está localizado logo acima do túmulo.

Taj Mahal – Foto: Pixabay

Deixe seu Depoimento
Página 1 de 2312345...1020...Última »