14 de novembro

Brique da Redenção

Quando estiver em Porto Alegre, fique até domingo e não deixe de conhecer o Brique da Redenção, um dos pontos mais tradicionais e visitados da capital. Mais do que um brechó que lembra a Feira de San Telmo, de Buenos Aires, o Brique é uma grande feira cultural que desde 1978, quando se chamava Mercado das Pulgas, faz do Parque da Redenção o espaço mais popular e freqüentado dos domingos porto-alegrenses.

O Brique da Redenção oferece uma oportunidade ímpar de integração com a pluralidade. Famílias com crianças, casais, grupos das tribos mais exóticas, militantes de partidos políticos transitam na área e, entre um chimarrão e outro, são a plateia de grupos de capoeiristas, músicos e artistas de teatro que fazem do movimento do lugar o palco para apresentar esquetes de peças em exibição na cidade. A gastronomia é outro atrativo da feira. Dos quitutes da culinária baiana, passando pelas especiarias árabes aos produtos lights e integrais, tem de tudo no Brique.

As tendas dos 300 expositores funcionam das 9h às 17h ao longo de toda a arborizada avenida José Bonifácio, colada ao parque. O artesanato é de qualidade, confeccionado em matérias-primas diversas como couro, prata, algodão, madeira, resina, ferro, gesso, vidro e porcelana. Artistas plásticos comercializam telas, caricaturas, xilogravuras e esculturas.

No setor de antiguidades há todo tipo de peças raras e colecionáveis, entre jóias, móveis, utensílios de casa, livros, revistas e discos de vinil. As compras com cartão de crédito são rotina no comércio do Brique.

Acesse o site do Brique da Redenção

 

Fonte: portoalegre.travel

 

 

POSTS RELACIONADOS

Comments

comments

Post Relacionados

Depoimentos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *